quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Manifesto irreligioso.


Defino religião, a despeito das suas diversas etimologias, como o enquadramento do Divino pelo humano, uma tentativa fracassada de possuir um Deus. Se há um Deus que pode ser possuído por um mortal e seguir os seus ditames e quereres, logo ele é um “deus”, e qual o gênio da lâmpada, possui um amo.

Para que esse deus sobreviva então, serão criadas ou emprestadas de outros sistemas de crenças algumas leis e normas, para que todos que queiram, possam entrar debaixo desse guarda-chuva. Também serão impostas muitas “verdades absolutas”, todos os fiéis, de forma unívoca terão que viver e morrer por isso. “Verdades”, que são apenas reverberações de psiques adoecidas em busca de autoafirmação.

O máximo que se conseguiu chegar palmilhando esse caminho foi à religião cristã de todas as vertentes, não importa, fomos enquadrados. Não temos mais vida própria, vivemos para “Jesus” de modo carola e fantasista.

O Jesus verbo de Deus é o caminho, não há intermediários, mas a religião cristã organizou um teatro cujos fantoches somos nós. Jesus se tornou secundário, “o caminho” é o sistema que fala em nome dele. Ouvimos que conhecendo a verdade em Cristo teríamos liberdade, o homem então inventou a igreja[1], engaiolou a fé, monopolizou a salvação e condenou os que ousaram pensar fora da caixa. 

Quando alguém vem para uma “igreja” pensando que encontrou Jesus – encontrou na verdade o Jesus religioso da igreja – aprende que precisa “ganhar almas” (inclusive as almas dos familiares), ou então manter distância dos que pensam diferente e podem “influenciá-lo a abandonar a fé, leia-se a igreja, já que para a instituição, os que te levam a refletir e racionalizar a fé são todos endemoniados. Desde então, instaura-se uma guerra nada santa, e em nome da religião, separam-se os maiores amigos.

Você não “pode” mais passar o natal com seus familiares, porque na festa haverá bebida, ou então, porque você não acredita mais no natal e o bom velhinho não passa de um demônio. Aí está então você só, acreditando que Jesus faz festa por causa da sua atitude “dignamente religiosa”.

Logo ele, que disse pra Zaqueu o publicano com fama de corrupto: Me convém dormir na tua casa; para sua geração: Não precisam de médicos senão os doentes, pois vim buscar e salvar maus e perdidos.

Que verdade escandalosa! Jesus não salva bons, perfeitos e impecáveis, eles tem a si mesmos como céu. Cristo é o Senhor dos fracos, débeis, depauperados… daqueles que compreendem que sua fortaleza consiste em reconhecer sua fraqueza.

O Jesus que creio e sigo, não é o Jesus dos quadros pintados pelos grandes artistas, muito menos o Jesus da religião cristã, sobretudo evangélica; a propósito, a muito deixou de ser do evangelho. O Jesus que creio não é dos templos, das catedrais, dos milagres com hora marcada. O Jesus que creio não possui beleza exterior, embora seja artífice de tudo que é belo. Esse Jesus que creio, sempre se preocupou com gente. Amou o pobre, banqueteou-se com os ricos, deu conselhos aos poderosos, alimentou multidões famintas…

O Jesus do evangelho continua escandalizando religiosos, pois religião é especialista em repressão, Jesus em celebração. O seu primeiro milagre foi socorrer um noivo na sua festa de casamento. Se Jesus fosse um crente industrializado pelo puritanismo tradicional, coitado do noivo! Mas ele era alguém que amava a vida. A água foi transformada em vinho (ninguém vai pra festa pra beber água), e a festa pôde continuar…

O Jesus do evangelho deixou claro que quem gosta de enquadramento, sistematizações e afins, não tem como receber a boa notícia. Veio João Batista, não comia carne, não bebia vinho (não ia pra festa…) vocês não o receberam. Vim eu, como carne, bebo vinho (vou e patrocino festas), e vocês dizem: Eis aí um homem comilão e beberrão, amigo de publicanos e pecadores.

Continua tudo do mesmo jeito… Por isso, abandonei a religião e deixei de ser crente. Não! Não fiz isso por que sou melhor de que eles (religiosos), talvez eu seja o pior de todos. Deixei por que sou humano demais para uma fé de super-homens e extraterrestres impingida pela religião cristã. Escolhi confiar no Deus que a Bíblia tenta explicar e os homens tentam entender, mas que está infinitamente além dos homens e da própria escritura.

A Bíblia no Antigo testamento conta histórias, traz predições, testemunhos do povo judeu e sua saga ao longo dos séculos. O Novo Testamento materializa e sintetiza tudo isso na pessoa de Jesus e transforma em algo que me diz respeito enquanto homem, todavia, os clericatos atualizaram eventos importantes em determinado período – os quais não mais seriam repetidos – em objeto de culto. Trocou-se o sentido pala forma, a adoração pela liturgia.

A grande mensagem do evangelho, não é o tanto que tenho que me esforçar para cumprir determinadas normatizações, o evangelho é a boa notícia: Deus me amou! O verbo aqui está no pretérito perfeito, embora o vernáculo seja diminuto demais para expressar o amor de Deus, lanço mão da forma presente e futura respectivamente: Deus me ama, Deus me amará. Poderia simplificar tudo isso com o gerúndio: Deus está me amando, forma verbal usada para falar de algo em processo contínuo, porém, você de forma arguta e lógica diria: Deus está me amando sim, desde quando?

A religião vai perguntar sobre o mérito e tua decisão de ser salvo – os calvinistas perguntarão pela eleição e continuarão na eterna discussão com os arminianos – Enfaticamente direi: Deus me amou, isto possui um “que” de eternidade. Quando não existia nem minha poeira cósmica Deus me amou, quando passei a existir no tempo e no espaço Deus me amou. Quando sorri, chorei, adoeci, fiquei curado, quando pequei!!! Deus me amou!

A religião cristã procura sempre pelo mérito ou demérito. Prefiro o Jesus do evangelho, que me amou independente do meu bem ou meu mal. Prefiro me reunir e está cercado de pessoas de carne e osso, que tem carências, frustrações, sonhos, realizações e admitem que eu possa ser alvo destas mesmas vicissitudes, sem por isso, deixar de me chamar de irmão.

Quero ter a graça de adoecer e não ser visitado por alguém que necessita mostrar a “igreja” que visitou um moribundo, na verdade, quero ter a graça de que quando desejar não ser importunado, tenha respeitado o meu momento, e assim sendo, continuar contando com a estima de todos.

Quero ter a graça de falar publicamente das minhas orações não respondidas, daquela dor que não passa, da tentação que não supero… 

Chega de mentira! Chega de ilusão! Chega de religião! Quero aprender a desfrutar do Jesus Senhor, que rasgou o véu do templo, inviabilizando o sacerdotalismo e o levitismo. Quero aprender a amar o Jesus Senhor que me ama para além da vida… Por fim, não quero me apegar tanto a esta vida a ponto de esquecer que Deus tem prazer na minha morte. Não porque seja sádico, e sim, porque é Deus. O humano aqui sou eu… E você!


W anderley Nunes.

[1] A comunidade de Cristo: Eclésia, nada tem a ver com a igreja institucionalizada de hoje.

Demitizando a Serpente (Não havia demônio no Éden)


Costumamos ler a Bíblia condicionados e normatizados pelas fôrmas sistemáticas impostas pela teologia, ainda que nunca tenhamos lido um único compêndio teológico, todavia, o vírus da “teologia sistemática da igreja” nos alcançou e fomos infectados. Lemos sobre “amor” em Gênesis e formulamos um sermão cujo ápice encontra-se em I Coríntios 13, sem nos importarmos com as diversas acepções dessa palavra ao longo dos séculos, nem com a cultura na qual estavam inseridos o escritor e o público que recebeu em primeira mão a mensagem Divina. 

Esquecemos que a Bíblia sendo o livro de Deus, é também o livro do homem. Traz uma mensagem transcendente usando, porém, uma linguagem limitada pelo tempo e pelas mudanças socioculturais.

Devido as dificuldades aqui apresentadas, observamos então que a maneira menos dolorosa de ler e refletir as escrituras é usando como expediente investigatório a teologia Bíblica, dissecando de forma sincera e menos parcial possível (se é que alguém consegue) a ideia por trás do texto.

Convido você a observar apenas o livro de gênesis, livrando-se de todos os padrões interpretativos que recebeu por herança, por um breve período, olhe para esse livro como se fosse o único livro que a Bíblia possui. Leia então gênesis 3.1-5.

Mas a serpente, mais sagaz que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais.Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis.Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal.



Qual a figura que se vê no texto? A figura do diabo? Não, em hipótese alguma, o texto refere-se a uma serpente, inclusive a chama de animal. Encontramos no texto: Deus, Adão, Eva e a serpente. O único ser espiritual no texto é Deus. Paulo (II Co.11.3) no uso da sua brilhante verve, não viu no texto mais do que o texto afirma de forma inexorável: “Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo.”

No pensamento de Paulo não há nem um demônio no Jardim. Outro fato interessante, é que o Apóstolo dos gentios não atribui à serpente a entrada do pecado no mundo; ele não vê um demônio escondido entre as folhagens, esperando a oportunidade para possuir a serpente depois de ter sido expulso do céu. Definitivamente, não há nada disso na mente de Paulo: “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram” (Rm.5.12).

O que observamos é que nesse aspecto, a teologia do doutor dos gentios continua fiel ao pensamento judaico: O pecado é de total responsabilidade humana, a figura da serpente é interpretada como o desejo latente do homem em tornar-se senhor de si, independente e autossuficiente.

Podemos observar, ainda, que quando vem a punição (Gn.3.13,14), todos a sofrem, inclusive a serpente. Detalhe: A punição é para o “animal selvático” (serpente), não há punição para um espírito diabólico que supostamente houvesse se apossado dela.


Disse o SENHOR Deus à mulher: Que é isso que fizeste? Respondeu a mulher: A serpente me enganou, e eu comi. Então, o SENHOR Deus disse à serpente: Visto que isso fizeste, maldita és entre todos os animais domésticos e o és entre todos os animais selváticos; rastejarás sobre o teu ventre e comerás pó todos os dias da tua vida.

Vale salientar que no Antigo testamento a fé em Deus é uma fé monista. Deus é Senhor absoluto da vida e da morte, do bem e do mal. Trataremos disso em breve, grande abraço. 


W anderley Nunes.


terça-feira, 26 de agosto de 2014

Palestra: Misticismo no Evangelho

PALESTRA 
Misticismo no Evangelho

DATA:
Domingo, 07/09/2014 - 9h00
ENTRADA FRANCA
LOCAL:
Rua Paulo VI, 15
(entre Rua Antônio Bezerra Falcão e Passagem Meire Tavares)
Marituba - Centro

Visualizar Sítio Marituba

Visualizar Sítio Marituba em um mapa maior

 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

CULTO: SÁBADO



Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

CULTO: DOMINGO



Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Soli Deo Gloria (Somente A Deus Glória) - Is 48:11, Mt 4:10 - PGM 00295


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Soli Deo Gloria (Somente A Deus Glória) - Is 48:11, Mt 4:10 - PGM 00295


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Solo Christus (Somente Cristo) - At 4:2 - PGM 00294


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Solo Christus (Somente Cristo) - At 4:2 - PGM 00294


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Sola Fide (Somente Pela Fé) - Rm 4:5 - PGM 00293


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Sola Fide (Somente Pela Fé) - Rm 4:5 - PGM 00293


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Sola Gratia (Somente Pela Graça) - Ef 2:8 - PGM 00292


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Sola Gratia (Somente Pela Graça) - Ef 2:8 - PGM 00292


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Sola Scriptura (Somente A Escritura) - 2Tm 3:16-17 - PGM 00291


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Sola Scriptura (Somente A Escritura) - 2Tm 3:16-17 - PGM 00291


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Relacionamentos Destrutivos - Ef 5 25,28 - PGM 00290


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Relacionamentos Destrutivos - Ef 5 25,28 - PGM 00290


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Você Precisa Participar (Parte 3 de 3) - Jo 20:19-21 - PGM 00289


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Você Precisa Participar (Parte 3 de 3) - Jo 20:19-21 - PGM 00289


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Você Precisa Participar (Parte 2 de 3) - Jo 20:19-21 - PGM 00288


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Você Precisa Participar (Parte 2 de 3) - Jo 20:19-21 - PGM 00288


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Você Precisa Participar (Parte 1 de 3) - Jo 20:19-21 - PGM 00287


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Você Precisa Participar (Parte 1 de 3) - Jo 20:19-21 - PGM 00287


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Comentário de Gálatas 4: Não Ouvis A Lei ? - Gl 4:21-23 - PGM 00286


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Comentário de Gálatas 4: Não Ouvis A Lei ? - Gl 4:21-23 - PGM 00286


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Comentário de Gálatas 4: Estou Perplexo - Gl 4:17-20 - PGM 00285


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Comentário de Gálatas 4: Estou Perplexo - Gl 4:17-20 - PGM 00285


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17

Vídeo: Religião de Jacó (Parte 2 de 2) - PGM 00284


Programa A Fé em Ação
Apresentado diariamente por Wanderley Nunes

 RBATV / BAND (Canal 13) SÁBADOS às 9h30 e DOMINGOS às 8h30 Belém/PA. 

 Ouça também na Rádio Amazônia Viva FM 89,5 MHz  Belém/PA de Segunda a Sexta às 07h30 
 ou online  http://amazoniaviva.com.br 

Religião de Jacó (Parte 2 de 2) - PGM 00284


 Redes Sociais: 
Exibido todos os dias às 23h30 na TV Bacana Canal - Canal 17